domingo, 6 de junho de 2010

Avaliação da Cena


AVALIAÇÃO INICIAL


A avaliação inicial consiste em verificar que tipo de problema houve, ou seja, se foi um problema provocado por um acidente (Trauma) ou um problema de saúde (Clínico).

PACIENTE DE TRAUMA
 
Neste caso deve ser verificado o que deu origem ao ocorrido e iniciar o exame da vitima (histórico do ocorrido e exame físico visual da vítima).


Após isto então o Socorrista deverá avaliar o mecanismo da lesão, verificando o que realmente ocorreu, principalmente através:
 
 
  • de relacionar a vítima ao acidente


  • de relato de testemunhas
VÍTIMA DE TRAUMA COM LESÃO GRAVE


1. Verificar se a vítima está consciente:


perguntando para a vítima se está tudo bem.

2. V – Abrir Vias Aéreas:

possivelmente com o controle da coluna.

3. R – Respiração:

ver, ouvir e sentir os movimentos respiratórios.

4. C-Circulação:


verificação de pulso em grandes artérias com o controle de grandes hemorragias.

5. Exame Físico:

Exame rápido da cabeça aos pés, a fim de verificar os problemas mais graves que a vítima possa ter.

1.Verificar se a vítima está ou não consciente:


e se estiver consciente, verificar que local sente mais dor.
 
 
2. V – Abrir Vias Aéreas:


possivelmente com o controle da coluna

Em caso de suspeita de lesão na coluna (vítima inconsciente, vítima de trauma, e quando não se conhece o mecanismo da lesão), deverá ser utilizado um método de abertura das Vias Aéreas que não agrave a possível lesão na coluna.
 
 
Manobras:
 
Adulto


JAW-THRUST – 1 (Tríplice Manobra)
 
 

3. R – Respiração:


Ver, ouvir e sentir os movimentos respiratórios.
 
 


Caso a vítima não respire, efetue 02 insuflações


(boca máscara boca,em adulto ou criança,ou boca a e nariz se for bebê)
 
 


Para melhorar a insuflação pode ser utilizada a Manobra de Pressão na Cartilagem Cricóide (Manobra Sellick)
 
 
 
4. C – Circulação:


Verificação de pulso em grandes artérias com o controle de grandes hemorragias.
Adulto ou Criança


��Pulso Carotídeo
 



Bebê


��Pulso Braquial


5. Exame Físico:


Exame rápido da cabeça aos pés, a fim de verificar os problemas mais graves que a vítima possa ter.
 

Consiste no exame da vítima, feito da cabeça aos pés, procurando por problemas graves que podem colocar a vítima em risco de vida.

A imobilização da cabeça deverá ser feita o tempo todo manualmente.
 
a) Examine o tórax da vítima, observe a respiração (movimentos e expansão do tórax).
 
b) Examine o tórax procurando ferimentos, segmentos soltos, deformidades ou qualquer anormalidade.
c) Apalpe o abdome, procurando por áreas mais enrijecidas, com hematomas, ferimentos e deformidade.
 
d) Examine a bacia, verificando se existe dor, crepitação ou rangido.
e) Examine os membros superiores procurando por ferimentos, deformidades e por fraturas.
 
f) Verifique pulso distal e perfusão capilar.
g) Examine os membros superiores procurando por ferimentos deformidades e por fraturas.
h) Verifique pulso distal e perfusão capilar.
i) Se a vítima estiver consciente verifique sensibilidade e resposta motora, além do pulso distal e perfusão capilar.

MONITORE SINAIS VITAIS
 
 
 

Bibliografia: Manual do Socorro Básico de Emergência.